Featured Posts

[Travel][feat1]

Flood - Uma moderna interface web para o rTorrent

O RTorrent é provavelmente o mais poderoso cliente de torrent, mas junto com o Flood, uma interface web moderna, é a combinação perfeita para o seu seedbox ou servidor.

Eu costumava usar o Transmission para os meus torrents, mas desde que descobri o Flood, uma interface web moderna, poderosa e de fácil utilização para o rTorrent, mudei meus hábitos.



O Flood usa o Node.js como backend e o React como frontend, e aqui estão os principais recursos  dele:
  • Interface leve, intuitiva e moderna
  • É possível adicionar torrents através de URL, arquivo Torrent e RSS. (Normalmente, você precisa de algumas configurações para o RSS. Com o Flood você pode adicionar suas regras de download diretamente na interface web)
  • Capacidade de baixar seu torrent diretamente através de sua interface web. Este é provavelmente o melhor recurso, já que você pode baixar o arquivo do seu seedbox e obtê-lo diretamente usando a função de “download direto” (HTTP) do Flood. (Não é necessário ter um FTP ou alguma pasta HTTP com usuário / senha, etc.
Vamos ver como instalar o rTorrent e o Flood no Debian 9 (também vale par ao Ubuntu e outros sistemas derivados do Debian).

Instalação:


1) Instalando o rTorrent:

A maneira mais fácil de se fazer isso é usando a versão do rTorrent do repositório padrão do Debian. Em modo root (ou com sudo), execute:
apt install rtorrent screen

2) Configurando o rTorrent:


Primeiro, crie um usuário dedicado, para evitar executar o rTorrent com root:
adduser --disabled-password rtorrent

Você precisará responder algumas perguntas (ou simplesmente ignorá-las com ENTER)

Em seguida, crie um arquivo de configuração para permitir que o Flood se conecte ao rTorrent.
nano /home/rtorrent/.rtorrent.rc

E copie o seguinte conteúdo no arquivo:
# Where rTorrent saves the downloaded files
directory = /srv/torrent/downloads
# Where rTorrent saves the session
session = /srv/torrent/.session
# Which ports rTorrent can use (Make sure to open them in your router)
port_range = 50000-50000
port_random = no
# Check the hash after the end of the download
check_hash = yes
# Enable DHT (for torrents without trackers)
dht = auto
dht_port = 6881
peer_exchange = yes
# Authorize UDP trackers
use_udp_trackers = yes
# Enable encryption when possible
encryption = allow_incoming,try_outgoing,enable_retry
# SCGI port, used to communicate with Flood
scgi_port = 127.0.0.1:5000

Ele funcionará imediatamente, mas fique à vontade para ajustá-lo, especialmente nos caminhos de download.

Crie as pastas mencionadas (download e session):
mkdir /srv/torrent
mkdir /srv/torrent/downloads
mkdir /srv/torrent/.session

e defina as permissões:
chmod 775 -R /srv/torrent
chown rtorrent:rtorrent -R /srv/torrent
chown rtorrent:rtorrent /home/rtorrent/.rtorrent.rc

Agora, criamos um script de inicialização do SystemD para garantir que o rtorrent esteja em execução na inicialização (e facilite o controle)
nano /etc/systemd/system/rtorrent.service

e adicione:
    [Unit]
    Description=rTorrent
    After=network.target
    [Service]
    User=rtorrent
    Type=forking
    KillMode=none
    ExecStart=/usr/bin/screen -d -m -fa -S rtorrent /usr/bin/rtorrent
    ExecStop=/usr/bin/killall -w -s 2 /usr/bin/rtorrent
    WorkingDirectory=%h
    [Install]
    WantedBy=default.target

Ative o script no boot:
systemctl enable rtorrent.service

e inicie-o:
systemctl start rtorrent

Se não houver erro, você pode passar para a próxima etapa.

3) Instalando o Flood:


Você precisará do NodeJS, a versão 8 funcionará muito bem. Para fazer isso, ainda como root (ou com sudo) execute:
sudo apt install curl build-essential git
curl -sL https://deb.nodesource.com/setup_8.x | sudo -E bash -
sudo apt install -y nodejs

E então, clone o repositório git:
cd /srv/torrent
git clone https://github.com/jfurrow/flood.git

Use o modelo do arquivo de configuração como configuração padrão
cd flood
cp config.template.js config.js

Caso queira acessar o flood na sua rede local ou externa, é necessário alterar a seguinte linha do arquivo config.js:

de:
floodServerHost: '127.0.0.1',

para:
floodServerHost: '0.0.0.0',

Agora instale o flood usando o npm:
npm install -g node-gyp
npm run build.
npm install

4) Iniciando o Flood:


Antes de iniciar o Flood, criaremos um script para iniciar o flood diretamente na inicialização:

Primeiro, crie um usuário para executar o flood:
adduser --disabled-password flood

e dê a ele as permissões da pasta:
chown -R flood:flood /srv/torrent/flood/

e então crie o script:
nano /etc/systemd/system/flood.service

e adicione:
    [Service]
    WorkingDirectory=/srv/torrent/flood
    ExecStart=/usr/bin/npm start
    Restart=always
    StandardOutput=syslog
    StandardError=syslog
    SyslogIdentifier=notell
    User=flood
    Group=flood
    Environment=NODE_ENV=production
    [Install]
    WantedBy=multi-user.target

em seguida ative o script no boot:
systemctl enable flood

agora inicie-o:
systemctl start flood

E é isso, agora você deve ter acesso ao Flood. Para isso, basta acessar (http://seuip:3000)

Ele pedirá que você crie um usuário e senha pela primeira vez e pronto!


Flood - Uma moderna interface web para o rTorrent Flood - Uma moderna interface web para o rTorrent Reviewed by Fabricio Araujo on 10:44:00 Rating: 5

Tutorial uLaunchELF (PS2)

Inaugurando a nova categoria de Jogos aqui no Inforlogia, vou ensinar a vocês como utilizar o uLaunchELF.

Sobre o Programa:
uLaunchELF também conhecido como ULE (abreviado) é um gerenciador de arquivos de código aberto e para o console Playstation 2 baseado no LaunchELF original. Ele contém muitas características diferentes, incluindo um editor de textos, gerenciador de disco rígido, bem como suporte de rede, e muito mais.
Para iniciar, precisaremos baixar o aplicativo, seguem os downloads:
Agora, que você já baixou o programa, vamos ao tutorial.

1. Baixe a versão de sua preferência (CD ou DVD).
2. Grave a imagem .ISO (apenas na versão 4.38) que irá vir dentro do arquivo .ZIP e inicie o console pelo CD.
3. Agora é só disfrutar do que o programa nos proporciona.

Funcionalidades:
  • Execução de Aplicativos (ELFs)
  • Gerenciamento de Memory Card
  • Suporte a Rede
  • Suporte a Vários Idiomas
  • Visualizador de Imagens JPG
  • Editor de Texto
  • Antecedentes e Personalização da interface
  • Emulação de Memory Cards Virtuais
Para executar um aplicativo, vá em File Browser (aperte O para confirmar), selecione o local onde está o seu aplicativo e aperte novamente O para confirmar, após isso seu aplicativo .ELF será iniciado.

uLaunchELF v4.12:

****** É NECESSÁRIO UM PLAYSTATION 2 DESBLOQUEADO *******
Tutorial uLaunchELF (PS2) Tutorial uLaunchELF (PS2) Reviewed by Fabricio Araujo on 18:15:00 Rating: 5

Bloquear Seleção de texto no Blogger

Seleção de texto
Com este código você poderá bloquear totalmente a seleção de texto em seu blog, ou em qualquer página HTML, porém tenha a certeza que nenhum código protegerá completamente o conteúdo do seu site/Blog, pois existem muitas formas de copiar um site.

Como instalar?

1. Faça login no Painel do Blogger
2. Vá em Layout -> Editar HTML e cole o código abaixo antes da tag </head> :
<script language='JavaScript'>
//Bloquear Selecao de Texto - http://www.inforlogia.com/2008/11/bloquear-selecao-de-texto.html
function bloquear(e){return false}
function desbloquear(){return true}
document.onselectstart=new Function (&quot;return false&quot;)
if (window.sidebar){document.onmousedown=bloquear
document.onclick=desbloquear}
</script>
3. Agora, substitua a tag <body> por:
<body onselectstart='return false'>
PS: Este script funciona no Windows Internet Explorer 7,8 e 9, Mozilla Firefox 2.0 - 4.0 Beta 12, Google Chrome 2 e 3 e Opera 9 (outros navegadores não foram testados).


Atualização 08/03/2011: Código atualizado para funcionar nas versões mais recentes dos Navegadores Google Chrome, Mozilla Firefox e Internet Explorer.
Bloquear Seleção de texto no Blogger Bloquear Seleção de texto no Blogger Reviewed by Fabricio Araujo on 11:40:00 Rating: 5

Windows Live Messenger 2011 (Instalador Offline)

Windows Live Messenger 2011 Instalador Offline
Windows Live Messenger torna mais fácil do que nunca ficar ligado às pessoas de quem gosta.

Funções:
  • Favoritos e grupos - Coloque as pessoas com quem mais conversa na parte superior de seus contatos, assim que você ver facilmente quando estão online. Quer conversar com várias pessoas em uma janela? Basta configurar um grupo.
  • Compartilhe fotos - Vejam fotos juntos, diretamente na janela de conversa. O Messenger avisa quando pessoas que você conhece postam novas fotos no Windows Live.
  • Personalize - Mostre o seu estilo pessoal com cenários personalizados, imagens de exibição animadas e sons de assinatura.
  • Móveis e web - usando um computador público sem o Messenger? Não tem problema! Você pode bater papo na web a partir do Windows Live Hotmail. Ou usa o Messenger no seu celular.
Edição especial do Inforlogia com instalador Offline, baixe apenas uma vez e instale quando quiser sem a necessidade de conexão com a Internet.

Empresa: Microsoft
Sistema Operacional: Windows Vista/Seven
Tamanho: 157mb
Windows Live Messenger 2011 (Instalador Offline) Windows Live Messenger 2011 (Instalador Offline) Reviewed by Fabricio Araujo on 08:00:00 Rating: 5

Domínio Personalizado (Próprio) no Blogger

Nesse tutorial, irei ensinar a você como configurar um domínio próprio no Blogger, irei utilizar os exemplos dos painéis de duas empresas: UOL HOST e E-dominios.

Tutorial baseado no Painel do UOL HOST
1. Entre no Painel de gerenciamento do seu domínio (geralmente é painel.seudominio.com.br) e faça login
2. Clique em Ver meus Domínios/Mudar Autoridade DNS
Domínio Personalizado no Blogger

3. Nesta etapa, você verá a lista de domínios que foram contratados pelo UOL HOST. Selecione o seu domínio, e em ações disponíveis, selecione a opção Gerenciar Zona de DNS.
Domínio Personalizado no Blogger

4. Selecione novamente o seu domínio, clique em mais ações e selecione a opção Gerenciar DNS
5. Agora crie a lista de entradas:
Tipo: CNAME Entrada: www Valor: ghs.google.com
Tipo: A Entrada: @ Valor: 74.125.113.121
Tutorial baseado no Painel da E-domínios
1. Acesse o painel de controle do seu domínio acessando: www.meudominio.info
2. Crie as seguintes entradas:
Tipo: CNAME Hostname: www Valor: ghs.google.com
Tipo: Redirecionamento de URL Hostname: @ Valor: www.seudominio.com
Domínio Personalizado no Blogger
Configurando seu domínio no Blogger
Configurar o domínio no Blogger é a parte mais fácil. Para isso siga as instruções:
Entre no Painel de Controle do Blogger, vá em Configurações -> Publicação e clique na opção Alternar para: Domínio personalizado. Agora digite os dados referentes ao seu domínio e salve!
Domínio Personalizado (Próprio) no Blogger Domínio Personalizado (Próprio) no Blogger Reviewed by Fabricio Araujo on 13:44:00 Rating: 5

FileZilla - Cliente FTP

FileZilla - Cliente FTP

O FileZilla é um cliente FTP rápido, confiável, gratuito e ainda é Open Source, suporta os protocolos FTP, FTPS e SFTP. Possui diversos recursos e uma interface intuitiva.

Características do FileZilla (Cliente):
  • Fácil de usar
  • Suporta o protocolo TCP/IP versão 6 (IPv6)
  • Possui um gerenciador de favoritos
  • Disponível em todos os idiomas (inclusive português)
  • Pesquisa remota de arquivos
  • Filtro por nome de arquivo
  • E muitas outras ferramentas
Tamanho: 4 MB
Sistema: Windows 2000 / XP / Vista / 7 / 8 / 10
Versão Atual: 3.3.7.0


FileZilla - Cliente FTP FileZilla - Cliente FTP Reviewed by Fabricio Araujo on 18:28:00 Rating: 5

Acessando Arquivos .VHD no Windows 7

Os arquivos Virtual Hard Disk (.VHD) são utilizados pelo Virtual PC e Virtual Server, e também são criados pelo backup do Windows quando você cria uma imagem do sistema. Se você precisar acessar os arquivos contidos em um .VHD, você pode fazer isso usando a ferramenta Gerenciamento de disco embutido no Windows 7. Basta seguir estes passos:

1. Clique em Iniciar, clique com o botão direito em Computador e selecione Gerenciar.
2. Expanda Repositório (Storage) e clique em Gerenciamento de disco.
3. Clique no menu Ação e selecione Anexar VHD.
Inforlogia
4. Clique no botão Procurar, selecione o arquivo VHD, e clique em OK duas vezes.
5. Abra o Windows Explorer e você ja poderá visualizar o .VHD como um disco rígido recém-criado. Ele vai aparecer como um disco azul no Gerenciador de discos. Por exemplo, o meu apareceu como a unidade F:.
Inforlogia
Acessando Arquivos .VHD no Windows 7 Acessando Arquivos .VHD no Windows 7 Reviewed by Fabricio Araujo on 17:08:00 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.