Glossário de Informática de A a D

Glossário de Informática
Para aqueles que geralmente não entendem alguns termos de informática, essa série de postagens será essencial. Vamos começar com os termos de A a D, vejamos:

ADSL: Sigla, em inglês para Asymmetric Digital Subscriber Line, ou linha ADSL. Utiliza a mesma infraestrutura das linhas telefônicas convencionais, entretanto, a velocidade de upload é diferente da velocidade de download (mais rápido). A vantagem é que consegue maior velocidade de acesso, já que é uma tecnologia de banda larga que usa linhas telefônicas para conexão à internet e, ao contrário do que acontece no acesso discado, a ADSL permite a conexão permanente sem bloquear a linha telefônica.

ARRAY: Tabela ou coleção de elementos ordenados em forma de tabela. Em Tecnologia da Informação (TI), também pode significar um grupo de elementos com atributos semelhantes (como discos rígidos) que podem ser endereçados individualmente.

ARTE ASCII: Desenhos produzidos apenas com caracteres da tabela ASCII. Esta foi a maneira encontrada para ilustrar suas mensagens, já que durante duas décadas a capacidade gráfica da rede mundial de computadores era limitada.

ASCII: É a sigla em inglês para American Standard Code for Information Interchange (Código Padrão Norte-Americano para Intercâmbio de Informações), um código numérico utilizado para representar caractees, entendido por quase todos os computadores, impressoras e programas de edição de texto. Este formato ainda é muito utilizado para a troca de arquivos de texto na internet.

B2B: Sigla em inglês para Bussiness-to-Bussiness, utilizada para indicar operações de comércio eletrônico entre empresas.

B2C: Sigla em inglês para Bussiness-to-Consumer, neste caso, utilizada para indicar operações de comércio eletrônico voltada para o usuário final.

BANDWIDTH: Em português, significa largura de banda e é a denominação para a capacidade de transmissão de dados de uma conexão geralmente medida em bits por segundo (BPS).

BPS (bits per second): é a sigla para bits por segundo. É a medida de velocidade de transmissão de dados, utilizada para avaliar a velocidade de modems e conexões. Outros termos: kbps (equivale a mil BPS) e Mbps (equivalente a 1 milhão de BPS).

CACHE: Local no disco rígido (HD) onde se armazenam temporariamente os arquivos transferidos quando se carrega uma página WEB. Ao se retornar para a mesma página, o navegador poderá buscá-la no cache, em vez de ir até o servidor original novamente, poupando tempo e reduzindo o tráfego na internet.

CLOCK: Capacidade que o processador tem de desempenhar um número específico de tarefas em determinado período de tempo. Normalmente em megahertz (MHz) ou gigahertz (GHz).

CLUSTER: Técnica utilizada para colocar diversos processadores em paralelo, normalmente utilizada em servidores, para aumentar a capacidade de processamento individual de cada processador.

COOKIE: Em inglês, significa biscoito. Na informática, refere-se à informação que um site grava no disco rígido do usuário quando ele visita determinado site, para uso futuro.

CPM: Sigla para cópias por minuto. Utilizado para medir a velocidade de equipamentos multifuncionais para reproduzirem documentos.

CPU: É a sigla, em inglês, para Central Processor Unit. Também conhecido como chip, Unidade Central de Processamento ou cérebro do computador, este componente é o responsável pelo controle e execução de todas as tarefas que serão executadas pelo computador.

DDoS: É a sigla para Distributed Denial of Service, isto é, uma ação pela qual vários sistemas realizam um ataque DoS sobre um mesmo Alvo.

DEFACEMENT: Forma de vandalismo promovida por hackers em sites da Web. Geralmente há a substituição das páginas por uma mensagem política ou social, apagando parte ou totalidade do conteúdo original.

DESKTOP: Microcomputador de mesa ou PCs, sigla em inglês para Personal Computer (computador pessoal).

DNS: Sigla em inglês para Domain Name Server. Conjunto de regras e/ou programas que traduz os nomes de domínio na internet em endereços de IP. Um servidor DNS é um computador que realiza esse tipo de tradução. Originalmente, os computadores da internet eram identificados apenas por números, como 200.141.157.214. Com o DNS, foi possível dar nomes aos computadores na internet, como www.blogwindows.org.

No próximo artigo, veremos o glossário de E a H.
Leia também:
Glossário de Informática de A a D
Glossário de Informática de E a H
Glossário de Informática de I a L
Glossário de Informática de A a D Glossário de Informática de A a D Reviewed by Fabricio Araujo on 20:20:00 Rating: 5

Um comentário:

  1. que bacana sua iniciativa, eu como sou uma analfabeta de informática vou fazer usso do seu glossário!!

    bj

    ResponderExcluir

Adicione seu comentário nesse post.
- Receba a resposta por e-mail, clique em inscrever-se por e-mail.
- Não use palavras de baixo escalão.
- Quer mostrar seu blog? Use a opção Open ID.
- Se selecionar a opção Nome/URL na URL digite http:// na frente do endereço do seu blog.
- Quer falar somente com o Autor? Então clique Aqui.

Muito obrigado por sua visita e volte sempre!

Tecnologia do Blogger.