O dia 05 de novembro poderá ser um dia muito interessante para muitas pessoas na Internet. Hoje, o conhecido grupo de hackers Anonymous emitiu um comunicado à imprensa via YouTube, dizendo que apartir dessa data (05/11) o Facebook sofrerá grandes ataques do grupo. O serviço de rede social tem mais de 750 milhões de usuários registrados em todo o mundo e tem mudado drasticamente a maneira de como as pessoas se comunicam e jogam pela internet. No entanto, o Anonymous irá atacar o Facebook porque eles têm sérias preocupações com a forma com que o Facebook supostamente usa as informações da sua base de usuários em todo o mundo.

No seu comunicado à imprensa, publicado pelo site Village Voice, o grupo faz algumas acusações muito graves contra o Facebook. O grupo diz: “O Facebook vende informações a agências do governo e dá acesso clandestino a empresas de segurança da informação para que possam espionar pessoas de todo o mundo. Algumas dessas empresas estão trabalhando para governos autoritários, como os do Egito e da Síria.”

O grupo não oferece nenhuma prova de suas alegações em seu comunicado de imprensa e também afirma que o Facebook mantém os dados inseridos por seus usuários, mesmo que o usuário decide apagar sua conta no Facebook.

O Facebook ainda não respondeu as ameaças específicas e as denúncias. No entanto, o CEO da empresa Mark Zuckerberg, em um editorial para o Washington Post, em março de 2010, negou que o Facebook venda a sua base de usuários para anunciantes ou qualquer outra pessoa/empresa. Ele também disse que os usuários tem controle total sobre como suas informações pessoais são compartilhadas.

Atualização:
Um dos perfis oficiais dos Anonymous, divulgou que não são todos os membros que estão participando desta operação e que concordam com este tipo de ação.

Via twitter, informaram:
“A Operação Facebook está sendo organizada por alguns Anons. Isso não quer dizer necessariamente que todos os participantes do Anonymous concordem com ela”. @AnonOps
Anonymous Facebook