A Microsoft informou quinta-feira (11/02) que está planejando uma atualização para o Windows 7, que vai fechar uma série de lacunas que os falsificadores têm utilizado para burlar o sistema de ativação do Windows 7. Esta atualização para o Windows 7 irá acabar com mais de 70 hacks de ativação. A atualização também irá contatar o servidor periodicamente para ver se há cortes adicionais que precisam ser abordados.

Joe Williams, gerente geral da unidade de Windows Genuine, responsável pelas medidas anti-pirataria explicou em uma entrevista os perigos da utilização de software falsificado.

Há todo tipo de coisas que temos visto que coloca em risco os nossos clientes e seus dados em risco.

A atualização estará disponível para download manual dno site da Microsoft em 16 de fevereiro e na Central de Downloads da Microsoft no dia seguinte. Ainda este mês, a atualização também estará disponível através do Windows Update como uma “importante” (embora opcional) atualização. Na minha opinião, isso não irá dar certo, porque aqueles que executam cópias ilegais do Windows 7 podem muito bem estar cientes desta atualização e optar por não instalá-la.

Joe Williams ainda disse que a atualização certamente será opcional e os usuários podem ainda continuar a receber outras atualizações, se assim desejarem. Pessoalmente, eu teria pensado que a Microsoft iria forçar essa atualização, mas Williams afirmou que será opcional.

Somos bastante realistas, sabemos que quem está usando uma cópia pirata, irá procurar outra alternativa para continuar na irregularidade.

Acho que ele está dizendo a verdade. Aqueles que estão conscientes do fato de que eles estão executando uma cópia pirata do Windows 7 serão inteligente o suficiente para não atualizar até que eles encontrem uma outra maneira para continuar usando o sistema.